Mudança de endereço

Estava ficando difícil manter os blogs que eu tenho e na verdade, esse eu estava atualizando com menos frequência do que gostaria… Resolvi unificar os mais diversos assuntos num blog só, o http://variacoessobrevariostemas.wordpress.com, lá tem além de tecnologia, música, literatura, imagens legais, reflexões e tudo o que me der na telha! 

Pra quem acompanhava o Tecnounão por feed ou e-mail (sei que são poucas pessoas, mas há algumas as quais eu agradeço), pode continuar acompanhando os posts relacionados a tecnologia por aqui: http://variacoessobrevariostemas.wordpress.com/category/tecnologia/ no novo blog. 

Obrigada por acompanhar!


Você muda e o mundo muda também!

Vi esse quadrinho nesse site d+ de quadrinhos! E como tem tudo a ver com o tema do blog, resolvi postar! Vale a pena!

PS: depois do acontecido no blog do planalto Fiquei mais bolada ainda com as falhas de segurança do WordPress além de vários outros casos que aconteceram e tudo… Mas o que pode afinal, fazer um blog parecer mais pop do que ser hackeado? WordPress facilitando a vida da galerê! =P


Mantendo o foco na era da distração!

É um assunto meio batido, mas interessante. Eu ainda estou buscando as minhas formas e todo dia é uma luta!

E eis que encontrei um infográcio com uma abordagem bem legal que é na verdade um resumo de um livro, mas não o queria como infográfico, mas sim como uma lista (para imprimir com alguns pontos modificados) e queria em português. Aí, como já tinha feito mesmo, resolvi postar aqui, vale a pena!

1- DESENTOXICAÇÃO TECNOLÓGICA:

Diga não para:
– TV
– FACEBOOK / TWITTER / REDES SOCIAIS EM GERAL
– MOBILE
– E-MAIL

2 – GERENCIAMENTO DE ESPAÇO:

Faça 1 coisa:
– Se lendo, tenha apenas um livro em sua frente
– Gaste 10 minutos por dia organizando a bagunça

Afaste as distrações:
– Use uma bandeja para entrada de papéis(responsabilidades)

3 – COMO TRABALHAR:

Trabalhe em períodos focados:
– Use um timer. Estipule tempos para trabalho e pausa (Ex: 50 minutos de trabalho / 20 de pausa) – veja também: a técnica Pomodoro.

Fique longe do computador:
– Trabalhe em área sem internet ou use caneta e papel

4 – CRIE HÁBITOS RITUALÍSTICOS:

Pela manhã:
– Passe um tempo quieto (meditando, lendo, escrevendo algumas páginas)
– Tome um banho
– Tenha um café da manhã saudável
– Saia para caminhar

Na hora de dormir:
– Limpe toda a louça da sua pia
– Lave o rosto
– Leia um livro

Mude o foco:
– Alongue-se
– Caminhe
– Olhe a sua To-DO list

5 – GERENCIAMENTO DE E-MAIL:

Estipule um tempo para estar desconectado (tipo de 8 as 10 a.m.)

Cheque o e-mail em momentos fixos:
– 2 a 3 vezes ao dia

Desligue os alertas de e-mail

6 – TEMPO PARA REFLEXÃO E REVISÃO:

Primeira coisa pela manhã:
– Quais são as 3 coisas mais importantes a fazer hoje? (e ão cheque e-mail até completar)

No fim do dia (restrospectiva):
– Em que irei focar amanhã?
– O que eu fiz?
– O que pode melhorar?

7 – AJUDA PARA VICIADOS:

Programas de bloqueio:
– Liberadade! Mantém você longe da internet!
– Auto controle. Mantém você longe de sites específicos.
– Utilize outras formas para trabalhar fora do computador.


A procura do kanban perfeito!

Eis que estávamos eu e mais dois amigos, ligados a uma empresa de tecnologia, sentindo a necessidade de encontrar uma ferramenta para gerenciar nossos projetos (que contam com a nossa participação e algumas vezes também a de free lancers) de forma distribuida, eficiente e rápida, simples.

A solução acertada como a mais adequada no nosso caso, foi a de utilizar um kanban, um quadro, para registro das histórias/tarefas, que uma ferramenta muito interessante para acompanhamento do desenvolvimento do projeto, mais utilizada em geral em projetos que utilizam a estrutura de desenvolvimento ágil.

Porém, nós não poderíamos ter um quadro físico com post-its para as tarefas, pois trabalhamos em locais distribuídos, em cidades diferentes. Assim, fui procurar pela web algumas soluções interessantes para o caso. Gostaríamos de algumas coisas:

que fosse gratuita. Pois a empresa está no início e quanto menos custos, melhor por enquanto.

que fosse bonita o sufiente. Não precisa ser lindona, cheia de frufru, pq é uma ferramenta pra gerenciar desenvolvimento, não é designers (rsrs), mas também que não fosse monstruosa e não desse nem vontade de olhar.

que impusesse poucos limites, como número de projetos e de usuários possíveis. Pois a intenção é crescer cada vez mais e seria bom não começar já ciente de num futuro muito próximo precisar trocar de ferramenta.

Se fosse opensource, seria realmente genial. Porque pensamos em extender funcionalidades e adequar melhor à empresa, nesse caso, nada melhor do que uma ferramenta na qual pudessemos acrescentar e/ou mudar tudo!

Ok, visto isso, vamos a análise das 4 ferramentas mais interessantes encontradas, seus custos e características:

Kanban Tools

Vantagens:
+ Relatórios e Gráficos
+ Editor Rich Text com possibilidade de gravar notas para serem compartilhadas com o time.
+ Apenas relativamente bonitinho.

Desvantagens:
– Versão free com apenas 1 projeto e 2 usuários.
– Custa a partir de $5/usuário/mês e tem um plano para empresa de $29 com 10 usuários e 8 projetos…

Flow.io

Vantagens:
+ Muito bonito. O mais bonito dos quatro.
+ Relatórios, cronograma, possibilidade de categorizar tarefas apenas em 3 níveis.
+ Outras funcionalidades interessantes: integração com contas do Google e uma API para integração com outros sistemas que pareceu bem interessante (apesar de que eu não usei por não ser o interesse no momento…)

Desvantagens:
– Versão free muitíssimo limitada. Em apenas 1 projeto. Apenas 1 user.
– Custo: $5/usuário/mês
– Não é Open source.

Meu Kanban

Vantagens:
+ Não roda no I.E. (hehehe)
+ Bonito o suficiente.
+ Gratuito.

Desvantagens:
– Não tem recuperação de senha e eu tinha esquecido a minha, foi um sufoco pra lembrar! rsrs
– Interface muito simplista, com poucas funcionalidade e não é customizável.

Kanban RootsNossa escolha!

Vantagens
+ Gratuito
+ Open source e portanto, 100% customizável se vc saca um pouco de Rails
+ Podem ser atribuídos pontos por tarefa, podem ser criadas categorias diversas de tarefas, com uma cor para cada.

Desvantagens:
– Não está hospedado em lugar nenhum, é preciso fazer isso. Seria um grande problema se não houvesse o Heroku para fazer o deploy em 2 linhas xD
– A interface pode melhorar em alguns pontos, mas: é customizável, então, incrementa o projeto aí!😉

PS: nenhuma das ferramentas possui a divisão em histórias e tarefas… Essa é uma ideia que temos para implementar no nosso Kanban Roots, ou utilizar a funcionalidade de categorias e cores dele para isso…

Então é isso. Essas foram as minhas impressões sobre as ferramentas, espero que possa ajudar caso você esteja pensando em uma para usar ou em implementar algo do zero… Sempre tem muita coisa pronta por aí! =)


Dicas rápidas [e muito úteis!] sobre a criação de sites

Eis que eu estava fazendo meu site e fui por aí a procurar umas coisas interessantes para esse processo… Algumas eu já conhecia, de projetos anteriores, indicadas por amigos, outras eu descobri… Fiz um resuminho de algumas coisas interessantes a se pensar durante o desenvolvimento…

PS: Estamos aceitando opiniões e acréscimo de conhecimento: essa é a ideia sempre😉

– Ferramentas legais de usar independente da tecnologia de desenvolvimento?

Eu particularmente, em se tratando de sites, gosto de usar o Firefox durante o desenvolvimento, devido principalmente a suas ferramentas. Duas das mais legais são:

Firebug – Monitora todos os elementos da página! Depois de começar a usar você não consegue viver sem esse tipo de ferramenta! Existe uma versão dela para Chrome (não tão boa) e outras ferramentas no mesmo estilo para outros navegadores…

Ferramentas de cor: O Colorzilla, detecta as cores dos elementos nos Websites em que você, fornece os valores das cores em RGB e outros padrões, é também uma ‘mão na roda’, um excelente complemento para o Firefox.

– Como manter as versões do seu site?

Mantenha o código versionado num repositório! Bem, se você nunca usou um repositório, sugiro ler um pouquinho sobre isso e fazer sua escolha, mas para facilitar, uma ideia interessante (e das mais eficientes), é ter um repositório Git (que funciona lindamente e localmente, tanto como te permite guardar seus códigos on line gratuitamente, com o Github).

– Obedecer a padrões estabelecidos, tornando o site usável e acessível:

Validações do W3C – XHTML e CSS

Diretrizes sobre Acessibilidade/Usabilidade – WCAG, Acesso Brasil

– Verificar o tráfego que suas páginas têm recebido (quantas visitas, de onde vêm, páginas mais visitadas):

Alguns gerenciadores de blog já trazem isso por padrão e bastante eficiente (como o WordPress), mas se você está criando um site próprio, pode e deve utilizar uma ferramenta maneiríssima e muito poderosa do Google, o Analytics.

PS: Para blogs, onde você não pode adicionar códigos Javascript ou validar das outras formas que o Google Analytics requer, você pode usar ferramentas como o “Site Meter“…. Os relatórios são muito mais simples, não é tão expressivo, mas pelo menos dá para ter uma idéia do tráfego, e ele podem mandar relatórios resumidos semanais pra você…

– Ter um e-mail com o seu domínio, gratuitamente, garantindo mais credibilidade e facilitando as pessoas a gravarem a sua url:

Google Webmaster, que possui e algumas outras funcionalidades (como auxílio a melhorar a coloçao do seu site no mecanismo de busca mais usado atualmente).

– Para medir e melhorar a velocidade do site:

Medição segundo alguns critérios, como: quantidade de requisições http, compressão e minificação de componentes, número de elementos DOM, análise do favicon… – YSlow

– Verificar o ranking do site nos principais sites de busca:

Rank Checker

– Obter algum lucro com isso tudo:

Para lucrar um pouco, há várias ferramentas para anúncios, alguns exemplos são o , o Boo-box, entre outros… Só que lucro mesmooo é difícil de conseguir e demora! Mesmo com muito tráfego… Mas existem dicas por aí e até sites dedicados a esse assunto, mas não é o meu foco aqui.


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: